Passando hoje

Pilates e Treinamento Funcional

terça-feira, 30 de junho de 2015

Quando trocar a correia dentada do carro?

DICA DA GATA SPEED UP: Não adianta só olhar o carro por fora

A correia dentada do motor deve ser checada quando completar 40.000 km. Conforme a condição poderá se prolongar sua troca para os 50.000 km. Após essa quilometragem, a correia perde sua eficiência e pode causar uma ruptura, que acarreta diversos estragos ao motor. A função da peça é coordenar a abertura das válvulas de acordo com a posição da árvore de manivelas (virabrequim). Como cada válvula possui um momento exato de abrir ou fechar, de acordo com o movimento dos pistões, ela recebe os “dentes”. Em determinadas situações, por exemplo, quando o rompimento da correia acontece em altas rotações (alta velocidade ou em fortes arrancadas) o impacto é tão grande que acaba quebrando os pistões. Se isso acontecer, o prejuízo será ainda maior, pois o dono do carro terá que fazer uma retífica completa do motor.
Cantar pneu, reduzir a marcha drasticamente ou dar tranco no motor para fazê-lo pegar são atitudes que devem ser evitadas. Mas a melhor forma de prevenir a quebra da correia é fazer a substituição dentro dos prazos estabelecidos no manual do proprietário. Na maioria dos carros ela deve ser substituída a cada três anos ou 50 mil quilômetros, o que ocorrer primeiro. Se o motorista obedecer às recomendações descritas no manual dificilmente terá problemas. ASSISTA AS DICAS ABAIXO

Para checar as condições da correia, é preciso, com o veículo desligado, retirar a capa protetora e procurar sinais de trincas na borracha ou lona desfiada. Se encontrar alguns desses sintomas, procure um mecânico e faça a substituição imediatamente.




Nenhum comentário:

Postar um comentário